Agentes da Cultura Digital se reúnem com o MinC

Pontos de Cultura e organizações culturais reuniram-se hoje (29) com o representante da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, Pedro Vasconcellos. Durante o encontro, foi anunciada a criação de um edital para 16 Pontões de Cultura que deve ser lançado ainda em 2013. O montante destinado ao edital é de R$18 milhões. Cada Pontão receberá, em média, R$1,2 milhão em três parcelas anuais de R$400 mil. Desses 16 Pontões, quatro serão destinados à região Norte do país.

Saudando a iniciativa, Ana Stock, da Cooperativa Rizoma, lembrou que, embora seja uma boa notícia, o deficit hoje é enorme. Exemplificou, por exemplo, que há muito os agentes da cultura digital não tinham a oportunidade de encontrar-se e dialogar. “Fundamental que tenhamos oportunidades e momentos como esse de conversas e articulação entre o que fazemos e desenvolvemos”, disse.

Após um período de retrocesso, o lançamento do Laboratório de Cultura Digital representa um um passo importante na retomada e fortalecimento das ações de cultura digital, inclusive do diálogo entre os envolvidos. Ao trabalhar a partir dos pilares do desenvolvimento de tecnologias, da articulação com outros desenvolvedores e da formação, o Lab coloca-se como um ambiente propicio para as trocas e intercâmbios, contribuindo para a articulação da rede de pontos de cultura.

Debate - Cultura Digital

A necessidade de comunicação entre os pontos de cultura também foi abordada na reunião. Alexandre Santini, do Laboratório de Políticas Culturais da UFRJ, lembrou que, atualmente, a maior parte dos pontos de cultura trabalham com a cultura digital de modo estruturante. Por isso, nesse momento, é preciso pensar na integração de plataformas, possibilitando a troca, o acúmulo e a circulação de informações entre os pontos.

Dentre as organizações presentes estavam representantes da: do Laboratório de Políticas Culturais da UFRJ, Pontão de Cultura Ganesha, Coletivo Soylocoporti, Coletivo Alquimídia, Centro Cultural Escrava Anastácia, Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, Cooperativa Rizoma, Mídia Ninja, Casa de Cultura Tainã, Instituto Mutirão, Movimento Cultura Digital, Cirada da Informação, Rede Mocambos, Pontão iTeia, Pontão Grãos de Luz e Friô, Rede Afroambiental. No âmbito latino-americano, estiveram presentes a Platohedro (Colômbia) e a Rede Pueblo Hace Cultura (Argentina). Havia ainda representantes do Gabinete Digital do Rio Grande do Sul, da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu e da Universidade Federal da Integração Latino-americana.

Um comentário sobre “Agentes da Cultura Digital se reúnem com o MinC

  1. Pingback: Agentes da Cultura Digital se reúnem com...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*